Mais lojistas e um desconto menor no preço dos produtos. Essa é a expectativa para a próxima Black Friday, que ocorrerá no próximo dia 29 de novembro.

Menos desconto em 2019

Segundo previsão da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Sistema de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), os descontos deverão chegar a 24%, um pouco abaixo dos promovidos no ano passado.

Em 2018, o mesmo levantamento mostrou que a média de descontos era de 29%.

Mais lojistas na Black Friday

Se as perspectivas de desconto não são tão boas, o mesmo não se pode dizer da adesão à data. A expectativa é de que 21% dos lojistas adiram às promoções desta data, ao passo que em 2018 esse índice foi de 16%.

Sem influenciar no Natal

A pesquisa da CNDL e do SPC mostrou que a Black Friday não representa problema para as compras de Natal.

54% dos empresários entrevistados disseram que a Black Friday não interfere nas compras de Natal. Para outros 33%, a data até mesmo contribui para as vendas que antecedem o dia 25 de dezembro.

Apenas 8% disseram ter prejuízo no Natal devido à Black Friday.

O que é a Black Friday

A Black Friday é comemorada na sexta-feira após a última quinta-feira do mês de novembro (nos EUA, dia de Ação de Graças). Por lá, a data ganhou força a partir de 1975.

Já em terras brasileiras, a nova data teve seu início em 2010 e, desde então , tem se tornado um sucesso de vendas entre os lojistas.